O secretário de Estado de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, afirmou hoje que, na próxima semana, 240 policias militares que atuam na capital serão transferidos para os seus municípios de origem no interior. 
O anúncio de Beltrame foi feito nesta quinta-feira (17/09), durante reunião com o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), deputado Jorge Picciani (PMDB). Também estava presente o deputado estadual Bruno Dauaire (PR).
No encontro, a Alerj doou cheque de R$ 1.585.300 à secretaria. Os recursos, que serão usados na capacitação e qualificação de policiais civis e militares, são provenientes de economia do orçamento próprio da Alerj. Beltrame também apresentou a Picciani as estatísticas criminais do mês de agosto.
Os agentes que trabalham na capital e moram no interior reclamam que, por causa dos horários de trabalho e descanso, não conseguem voltar para casa. Segundo o secretário, a pasta estuda realizar concursos regionalizados. 
“Dessa forma, o policial pode até não ficar no seu município, mas estará mais perto”, disse Beltrame. “Essa é uma maneira de resolver a insatisfação do policial, ele pode voltar para seu município de origem e fortalecer o policiamento no interior. Esses 240 policiais foram escolhidos entre os que estão trabalhando há mais tempo na capital.”