Foto: Matheus Dantas da Silva Caldas/Ônibus Brasil 
Niterói tem a frota mais nova do país, com média de 3,9 anos, enquanto a brasileira está em 4,25, de acordo com dados do Sindicato da Empresas de Transporte Rodoviário do Rio (Setrerj). As roletas dos 810 ônibus papagoiabas giram cerca de 10 milhões de vezes por mês. E a ideia é que este número aumente, o que vai evitar carros na rua e tempo perdido nos engarrafamentos. 

A Pendotiba é a maior viação da cidade e vem investindo pesado em veículos
modernos. Somente este ano, 75 ônibus foram comprados por R$ 390 mil cada. A empresa tem 255 veículos, que levam 130 mil passageiros por dia.

Por lá, a idade média da frota é de 1,7 ano, bem menos que muitos carros de passeio por aí. Segundo o coordenador operacional, Sebastião Pessanha, é até uma medida de segurança. “Cerca de 75% dos nossos carros têm ar condicionado e até meados de 2016 o número chega a 100%. Também estamos incorporando suspensão a ar no lugar das molas”, destacou. 

Os ônibus mais novos também têm um sistema sonoro que avisa a próxima parada para o passageiro. Um recurso muito útil que já é utilizado no metrô. E os que estão para chegar em setembro, vêm com entrada USB para carregar o celular. 

A internet via wi-fi já existe na viação Araçatuba e deve ser implantada na Pendotiba até o ano que vem. O que está gerando um atraso é a falta de qualidade na cobertura das operadoras de telefonia.  Os motoristas também são cada vez mais treinados e cobrados. Todos já sabem, ou devem saber manusear o elevador para cadeirantes.

Você pode ler a matéria completa AQUI
Fonte/texto: O dia/Niterói