A câmara municipal de São Gonçalo aprovou, em segunda votação, o projeto do vereador Dudu do Catarina (SDD) que determina que ônibus façam parada obrigatória para mulheres mesmo que elas estejam fora do ponto. A regra para os coletivos começa a valer à partir das 23 horas. 

Segundo o projeto do vereador, o objetivo do mesmo é proteger as mulheres da violência, que é maior durante a madrugada.

Mesmo que não haja ponto de parada regulamentado nesse período, passageiras podem desembarcar em qualquer local do trajeto da linha. Basta solicitar ao motorista antecipadamente.

Agora, o projeto segue para veto ou sanção do prefeito Neilton Mulim.