Imagem: TV Câmara
Durante a última sessão da câmara de São Gonçalo, do dia 20, o vereador Alexandre Gomes mostrou sua indignação e criticou o prefeito Neilton Mulim por ter vetado seu projeto de lei que concedia um prazo de 30 dias para entrega de exames médicos feitos por idosos.

- "No dia 18 de abril de 2014, encaminhei à essa casa um projeto de lei que determinava que as consultas e exames para as pessoas acima de 60 anos deveriam ser realizados num prazo máximo de 30 dias. E que hoje, esses mesmos idosos não podem mais esperar o prazo que o governo atual tem dado. Hoje, na hora que qualquer idoso, seja lá do Boaçu, seja lá do Mutuá, seja de Monjolos, precisa marcar uma consulta para de repente diagnosticar uma pneumonia e levar mais de 120 dias, como está levando, pode ser fatal.", disse. 

O vereador ainda criticou a situação que os idosos tem que enfrentar na saúde pública da cidade. O vereador ainda disse que irá defender os idosos e que luta pela população.

- "Eu posso esperar, os nossos idosos, que tanto contribuíram para deixar a nossa cidade funcionando, não estão mais em condições de esperar. E quando o senhor veta o meu projeto o senhor não está prejudicando o vereador Alexandre Gomes, o senhor está prejudicando uma categoria. [...] Uma categoria que está sendo desrespeitada de forma criminosa. [...] É inadmissível que por três vezes apresentado um projeto aqui dentro dessa casa, e de foma covarde, de forma criminosa, o senhor vetar porque foi apresentado pelo vereador Alexandre Gomes. Prefeito, eu sim sou oposição ao senhor.", disse Alexandre,

O vereador também se questionou sobre a acadêmia da saúde: - "De que adiante acadêmia da saúde, [...] se o idoso não tem um medico, se o idoso não tem um remédio, se o idoso não consegue se tratar para usufruir da acadêmia da saúde? Antes da fazer acadêmia da saúde, prefeito, faça uma correção e atenda nossos idosos com respeito que eles tanto merecem", acrescentou o vereador.