DO JORNAL 'O DIÁRIO'

Durante votação na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), do Projeto de Lei 911/2015 que aumentou o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), no último dia 1º, o deputado estadual Bruno Dauaire (PR) disse que o Governo do Estado deveria fazer uma reforma administrativa ao invés de aumentar impostos. “O governador Luiz Fernando Pezão deveria imitar o Governo Federal e diminuir o número de secretarias”, disse o deputado que, segundo nota publicada pela coluna Informe do Dia, do Jornal O Dia, foi aplaudido por parte da base de Pezão, após discursar.

Nesta terça-feira, por telefone, Bruno afirmou que vai continuar defendendo uma reforma administrativa. “Se ela não acontecer ainda este ano, terá que ocorrer no ano que vem”, disse ele, destacando que os deputados estão dispostos a fazer sua parte para ajudar o governo a sair da crise, mas entendem que a responsabilidade é de todos, não só do Legislativo.  “Com muita maturidade, a Alerj tem feito um grande esforço para ajudar o governo nesse momento complicado. Já são inúmeros os projetos de lei aprovados com o objetivo de aumentar a receita, mas chegou a hora de o governo estadual mostrar para a população que também quer superar a crise, através de uma reforma administrativa, cortando na própria carne, para que o cidadão não seja ainda mais penalizado”, afirmou o deputado.

Na opinião de Bruno, é urgente reduzir o custeio e governar com menos secretarias e cargos comissionados, além de fazer uma reavaliação das renúncias fiscais. “Nesses momentos de crise a administração pública precisa de eficiência, menos custo e mais qualidade”, disse ele, que apresentou seis emendas ao projeto de lei que aumentou o IPVA. Uma das emendas aprovadas foi a que manteve as alíquotas para caminhões, caminhões tratores e tratores não agrícolas, em 1%, e para motocicletas, triciclos e quadriciclos, em 2%.