Foto: O DIA
Presidente regional do PT e prefeito de Maricá, Washington Quaquá trava uma guerra contra a Petrobras. Entrará nos próximos dias com uma ação na Justiça para que a cidade receba royalties e participações especiais sobre o pré-sal no Campo de Lula, na Bacia de Santos.

Algo que calcula em R$ 450 milhões por ano, mesmo valor do orçamento com que fechará 2015. Gestor de uma receita que triplicou nos últimos anos graças às verbas do petróleo, Quaquá também enfrenta uma batalha judicial com empresas de ônibus para conceder transporte gratuito para a população.

Agora quer levar sua moeda social, a mumbuca, às áreas de UPPs do Rio, para ajudar a fortalecer a economia das favelas. Em seu segundo mandato, ele diz que tem 87% de popularidade e já tem candidato à sucessão: o deputado federal Fabiano Horta (PT). Ele anuncia ainda novo concurso público e a criação de escolas integrais em 2016. 

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA NO SITE DO JORNAL 'O DIA':
http://odia.ig.com.br/noticia/rio-de-janeiro/2015-10-11/vou-processar-a-petrobras-diz-presidente-regional-do-pt.html