"Morando em São Gonçalo você sabe como é!" - Já dizia o poeta.
Foto: UOL

Infelizmente, a segunda maior cidade do estado (em população) não tem um transporte complementar, uma segunda opção, e fica refém das empresas que fazem monopólio nesse setor da cidade.

As empresas de ônibus de São Gonçalo recebem várias reclamações diariamente, mas sabe o que elas fazem com isso? Nada! 

A empresa Viação Rio Ouro deve ser recordista! Os ônibus atrasam horas e horas, são pequenos e os motoristas (muitos) são mal educados. Um motorista da empresa, ao ser questionado sobre o atraso nos ônibus e o não cumprimento do horário, diz que a culpa não é dele e que a culpa é do trânsito. Ele ainda disse para a jovem que pergunto a ele, que ele acha que não devia ter horário marcado (Conforme mostra as tabelas dos horários de ônibus nos pontos)

Nas redes sociais então...

"Bom dia! venho aqui reclamar da VIAÇÂO RIO DO OURO SG, na expectativa que minha reclamação chegue a órgãos competentes deste município. Como mulher fui constrangida, eu e mais duas dentro deste ônibus com um motorista mal educado que queria que nos soltássemos fora do ponto em frente ao EXTRA SG (nas imediações da entrada dos carros). Nos recusamos a soltar pois queríamos soltar no Partage Boulevard, ele como punição fechou a porta e nos fez soltar uma parada depois e disse que lá não era parada de ônibus... Ué, mudaram e eu não sabia? Vou a todos órgãos deste município para
fazer uma reclamação formal. Este é o numero da placa do ônibus: KQT 40 60. Ordem do ônibus: 2.020. Foi ontem às 18:15h. Ele só fez isto por que éramos três mulheres e ninguém fez nada ao nosso favor! Lamentável o ocorrido. Me senti discriminada por este motorista que ainda discutiu comigo." Disse a amiga Cristina.

"Uma vez eu vinha do trabalho e dei 20 reais ao motorista, e falei com ele: vou descer no ponto final de Alcântara, ele falou então: eu te dou então lá porque estou sem troco. Até aí tudo bem. Guiando, chegou no ponto final do Alcântara e eu pedi ao moço meu troco e ele disse: eu ti dei. Só sei que eu fui parar na garagem porque não sou ladra, sou trabalhadora e quero o que é meu de direito. Vamos que eu mando buscar pelas câmeras e você vai ter que se retratar, porque não te roubei. Só sei que foi horrível e chato essa situação. Sabe, as pessoas tem que ver que estão lidando com gente, e nem bicho se trata assim com descaso. Sei que eles deveriam ser punidos, mas não são." Disse a Danielly. 

ALÔ, DETRO! ALÔ, PREFEITURA! ALÔ, SECRETARIAS! SÃO GONÇALO PRECISA DE UM TRANSPORTE MAIS DECENTE E DIGNO À SUA POPULAÇÃO.