Além de ter perdido o apoio da maioria dos 15 vereadores da Câmara Municipal de Itaboraí, o prefeito Helil Cardozo (PMDB) está sem líder do Governo. O antigo ocupante do posto, Zé Manel (PV), deixou o cargo no último dia 30 de setembro. 

Até o momento, o chefe do Poder Executivo não indicou um substituto. Não deverá ter muita dificuldade. Só tem ao seu lado cinco vereadores: Irmão Caio (PSC), Edinho, Geraldo Saraiva (ambos do PMDB), Clemilson Mixaria (PSDB) e Ézio Barcelos (PRTB). Quando assumiu o mandato, em 1º de janeiro de 2013, tinha o apoio de 14 parlamentares. 

Zé Manel justificou a saída do posto à “má gestão do município e por não concordar com as posições tomadas pelo Executivo. “Eu não suportava mais o que o governo vem fazendo na nossa cidade. Eu não poderia usar a tribuna para defender algo que eu via que não era a realidade”, afirmou o parlamentar, quando anunciou a decisão. 

Ao deixar o posto, o vereador citou os problemas enfrentados pelas comunidades de Cabuçu e São José, que precisavam de obras para melhorar o abastecimento de água, e nada foi feito pela Prefeitura. “Se não fosse o presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), deputado estadual Jorge Picciani (PMDB), e o governador Luiz Fernando Pezão, aquela população ainda estaria morrendo de sede”, disse. 

Zé Manel assumiu o cargo há nove meses. Até o final do ano passado a posição era ocupada pelo atual presidente da Casa, Deoclécio Machado (PT). Este rompeu com Helil Cardozo em janeiro e anunciou que disputaria o Executivo em 2016. A Prefeitura informou que ainda não definiu o novo líder do Governo no legislativo.

Fonte/texto: http://www.atribunarj.com.br/noticia.php?id=15563&titulo=EM%20ITABORA%CD,%20L%CDDER%20DO%20GOVERNO%20DE%20HELIL%20MUDA%20DE%20LADO%20E%20ATACA%20PREFEITO