Teatro deve ficar pronto em julho de 2016
Foto: Extra
Correção: "... obras do teatro municipal Gonçalense começarÃO em janeiro de 2016."
-
Uma promessa feita no primeiro ano de governo do prefeito Neilton Mulim está, segundo a prefeitura, pronta para se transformar em realidade. Trata-se da construção do primeiro Teatro Municipal de São Gonçalo.

A obra para erguer o prédio, — que ficará no Centro da cidade, onde hoje está o estacionamento da Câmara dos vereadores, — começará em janeiro do ano que vem, segundo o órgão. A previsão de inauguração da casa de espetáculos é julho de 2016.

De acordo com a prefeitura, os R$ 13,6 milhões para a construção do espaço foram captados de uma negociação com o banco Itaú, que ganhou a licitação, há um mês, para continuar a administrar a folha de pagamento do órgão. A verba já foi liberada. O contrato com a construtora foi assinado e publicado no Diário Oficial de ontem.

— Estou muito feliz com essa notícia. Nossa cidade é carente de um espaço como esse. Posso dizer que é um sonho que será realizado — comenta o secretário municipal de Cultura Michel Portugal: — No último fim de semana fui a um festival de dança, em Niterói, e muitos grupos eram de São Gonçalo. No fim do ano que vem, já vou poder ver os nossos artistas se apresentando na nossa cidade.

Além de ser palco de grandes espetáculos, o espaço, que terá 256 lugares, contará com uma cafeteria, área para ensaios da Orquestra Sinfônica de São Gonçalo e uma área para exposições.

— É uma obra importante para a cidade, um projeto antigo que a população merecia. Temos vários artistas em São Gonçalo que vão se beneficiar muito com a presença de uma casa de espetáculos por aqui. Precisamos fomentar a riqueza cultural — disse o prefeito.
Cursos estão previstos

A notícia da construção do novo teatro deixou os moradores da cidade animados, mas também tem muita gente que está com o pé atrás. É o caso da administradora de empresas Juliana Abreu, de 30 anos:

— Nossa cidade é muito carente de cultura. A gente precisa de um espaço como esse. Mas fico muito desconfiada dessas promessas. Só vou acreditar no dia que eu puder comprar o ingresso para assistir a uma peça.

O professor de inglês Wesley Rangel, de 26 anos, diz que está empolgado com a notícia:

— Espero que criem projetos para que possamos fazer cursos de teatro. Se isso acontecer será fantástico. Já participei de alguns espetáculos, mas tenho vontade de fazer um curso legal.

Segundo a prefeitura, Wesley poderá fazer o curso, porque o projeto já contempla aulas de dança, teatro e até artesanato.