Brizola Neto e a ex-prefeita Aparecida Panisset.
Foto: PMSG
Os vereadores não se agradaram com a notícia dada pelo vereador Jorge Mariola que o neto de Leonel Brizola, um dos ex-governadores do estado, poderia vir ser candidato à vereadores, visto que mudou seu domicílio eleitoral para São Gonçalo. Ele falou sobre a reunião feita pelo PDT, com presença de várias lideranças do partido, e também esclareceu fatos sobre quem seria o pré-candidato do partido à prefeitura.

O vereador Dudu do Catarina questionou Mariola: - "Vossa excelência tanto falou do Adolfo Konder, que veio do Rio para ser prefeito em São Gonçalo e agora Brizola Neto está trocando o Rio de Janeiro por nossa cidade? O senhor elogiando? Não desfazendo dele, sei que é a pessoa do Brizola Neto, uma pessoa capacitada, gabaritada, e que alugou uma casa em São Gonçalo, em nossa cidade, e que vai disputar a eleição aqui. Já vamos começar a falar isso e começar a identificar os 'forasteiros', assim como vossa excelência identificou o Adolfo. Foi até bom por que eu nem sabia onde o Adolfo morava. Então tá se repetindo o que aconteceu com Adolfo, forasteiros que a véspera de uma eleição está vindo para São Gonçalo. (Alguns vereadores riram, e concordaram com Dudu). 

Em resposta, Mariola disse que é preciso identificar a diferença. Concorreu o legislativo, onde terá mais 26 vereadores juntos ao seu lado, é diferente do poder executivo, onde apenas uma pessoa que não tem experiência, garoto e sem a estirpe popular governar um município. 

O vereador José Carlos Vicente disse que isso não é exatamente necessário, como disse Dudu. Se ele está preparado, conhece a cidade e se for de interesse do povo, ele pode ser eleito e fazer um ótimo trabalho, dando como exemplo, citou o maior prefeito da história de São Gonçalo, Joaquim Lavoura, que não era de São Gonçalo, que se tornou vereador e por várias vezes se reelegeu. 

O vereador Armando Marins disse que isso é falta de pessoas capacitadas do partido para concorrerem o cargo, e que se sente espantando. O vereador ainda disse que ele pode não conhecer os bairros e o conteúdo da cidade, para ajudar o município de uma forma realista, vendo de perto os problemas que a cidade tem, e que ele vem para São Gonçalo apenas visando o município. Ainda disse que repudia a candidatura de Brizola Neto, e que se sente espantado com Mariola por concordar com isso, tendo tantos anos de vida pública e experiências.

Mariola disse que não é certo que Brizola possa concorrer ao cargo, mas que seu nome está na lista de candidatos do partido, e disse que se Brizola fosse concorrer ao executivo, iria repudiar, mas como é para o legislativo, cargo onde tem tantos outros auxiliando o andamento da função legislativa, que não vê problema, e citou algumas emendas de Brizola quando deputado.

ESCLARECENDO OS FATOS...
Mariola também comentou matéria do site do PDT-Nacional, onde falava sobre o interesse do partido na candidatura da ex-prefeita Aparecida Panisset à prefeitura. Mariola disse que esse é o interesse do partido, mas devido a pendências jurídicas, caso ela não venha ao cargo, o interesse do partido será em Jorge Mariola.