Foto: Google
O Governo do Estado do Rio de Janeiro queria economizar para as Olimpíadas e, com isso, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Gonçalo, teria equipamentos negados, é o que mostra um documento exclusivo adquirido pela rádio CBN. Os equipamentos seriam respiradores para o uso adulto. 

O Governo do Estado do Rio afirmou que, quando o equipamento não está disponível no estoque, as organizações sociais estão automaticamente autorizadas a comprar os produtos. A UPA de São Gonçalo é uma das que estão fechadas para exames e atendimentos eletivos por falta de insumos e profissionais. Somente os casos mais graves são recebidos.

De acordo com a rádio, a Secretaria de Saúde informou, por meio de nota, que em casos como este, no qual os equipamentos suplementares não estão disponíveis em estoque, cabe à Organização Social fazer a compra direta. A secretaria, no entanto, não se manifestou em relação à economia de material para as Olimpíadas do ano que vem. A reportagem da CBN não encontrou representes do Instituto dos Lagos Rio para comentar o caso.

Complementos d'O Globo