Foto: Júlio Diniz | Divulgação
Parece que parte da população de São Gonçalo não aprendeu nada com os surtos de zika e de dengue. A enorme quantidade de lixo jogado em locais impróprios e fora dos horário de coleta tem contribuído para a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Segundo a prefeitura, a cidade registrou 1.134 casos de zika e 158 gestantes estão sendo monitoradas. Os casos de dengue somaram 2.559.

Dezenas de pneus foram despejados na calçada em frente à Escola municipal Valéria de Mattos Fontes, em Boaçu. Nem mesmo o Rio Imboaçu se livrou da sujeira e virou um lixão com carcaças de televisor, vaso sanitário, caixas de papelão, isopor e milhares de garrafas pets.

Só em dois dias a Secretaria municipal de Infraestrutura recolheu das ruas um verdadeiro parque de diversões para os mosquitos: 42 sofás, 15 armários, 53 colchões, 28 racks, 39 carcaças de computadores, seis vasos sanitários, 32 camas, cinco carcaças de geladeira, seis videocassetes e 206 pneus.

Para fazer reclamações sobre despejo irregular, basta ligar para o telefone 2199-6378. Já para informar sobre focos do mosquito, o número é 0800-0226806.

Fonte/texto: Extra, Extra - Jornal Extra