Preço da passagem de ônibus sobe de R$ 2,80 para R$ 3,10 em São Gonçalo, e tarifa social, promessa de campanha do prefeito Neílton Mulim, não sai do papel
Foto: extra
O preço das passagens nos ônibus municipais de São Gonçalo terão reajuste a partir das 0:00h deste domingo, dia 10. O reajuste é de 11,29%. Segundo o decreto do prefeito, publicado hoje (09/01) no diário oficial, para se chegar a esse valor, "foram considerados o aumento dos custos de combustíveis, pneus, demais insumos dos transportes, além do reajuste salarial dos funcionários das empresas prestadoras do serviço".

A partir de amanhã, todos os veículos deveram conter, em seu interior, um aviso informando sobre o aumento da vigência dos novos valores. Quem adquiri vale-transporte até a data inicial da vigência do decreto utilizará o cartão sem complementação monetária
até do dia 9 de fevereiro de 2016.

Os valores a serem debitados nos cartões vale-transporte eletrônico só poderão ser atualizados pelas concessionárias 30 dias após o reajuste. 

Lembrando que ano passado, a passagem era R$2,80, foi para R$3,10, e agora migra para R$3,45. Mais um momento para lembrar da promessa do prefeito que não foi realizada. Agora, sem a segunda opção, quem sofre é a população. A segunda cidade mais populosa do estado que não tem um transporte complementar. Em Niterói, por exemplo, valeria pagar esse valor: ônibus totalmente equipados, confortáveis e modernos.