O primeiro dia do ano foi de suor e muito trabalho para centenas de garis de Niterói. Por volta das 6h, funcionários da Companhia de Limpeza de Niterói (Clin) iniciaram o recolhimento do lixo espalhado na cidade. De acordo com a Companhia de Limpeza de Niterói (Clin), cerca de 300 toneladas de lixo, 100 a mais que no ano passado, foram recolhidas. 

Em Icaraí, na Zona Sul, onde houve a maior concentração de pessoas – cerca de 400 mil que optaram passar o Réveillon no na praia –, foram recolhidas 100 toneladas. A limpeza da cidade contou, ainda, com o reforço de 90 veículos, como: caminhões, tratores, retroescavadeiras, pás mecânicas e pipas.

“O morador de Niterói que decide iniciar o ano se exercitando agradece. Mesmo que a movimentação seja grande é muito bom saber que a limpeza da cidade está sendo feita com rapidez. Imagine você ser obrigado a fazer sua caminhada no meio do lixo? Isso seria um absurdo! Que bom que o serviço começou cedo”, disse o morador de Icaraí Theo Arcanjo.

A operação especial de limpeza teve o apoio ainda da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconser). Ao todo, segundo a Clin, foram 800 garis espalhados pela cidade, destes, 400 foram mobilizados só para Icaraí.

“Nossa equipe encontrou muita dificuldade na limpeza nas areias. Houve uma grande concentração de pessoas que permaneceram para aproveitar o sol. Fomos pegos de surpresa, pois não esperávamos passar da meta do ano passado”, disse um funcionário da Clin, explicando que entre os resíduos recolhidos estavam principalmente garrafas de vidro, garrafas pets e papelões”, completando ainda que muitos documentos e celulares foram encontrados na areia da praia”, informou.

Fonte/texto/foto: O fluminense