Vale do Cuiabá Petrópolis (Foto: Débora Cristina)
Rua alagada no bairro Vale do Cuiabá,
em Petrópolis (Foto: Débora Cristina/Arquivo pessoal)
 A chuva que atingiu a Região Serrana na tarde desta sexta-feira (15) voltou a assustar os moradores de Petrópolis, Nova Friburgo e Teresópolis. Algumas ruas e bairros ficaram alagados com o temporal. Segundo a Defesa Civil de Petrópolis, foram 38 ocorrências até as 18h, sem registro de vítimas ou feridos até a publicação desta matéria.  A Defesa Civil diz que opera em estágio de alerta.

Ainda segundo a Defesa Civil, choveu 25 milímetros na cidade em apenas quatro horas e agentes da Defesa Civil estão nas ruas atendendo as ocrrências. "Moradores de áreas de risco devem sair imediatamente de casa e se dirigirem a locais seguros", informou a Defesa Civil, que também alertou para a possibilidade de continuação das chuvas na noite desta sexta. Com medo, os comerciantes do distrito de Corrêas, em Petrópolis, fecharam as portas.

Lama descendo pelo morro no distrito da Posse,
 em Petrópolis (Foto: Ricardo Rickly/Arquivo pessoal)
"Aqui em Correias acabou a luz. A chuva começou às 14h, o rio já encheu bastante mas agora já deu uma melhorada. Agora, às 18h30, já está tudo fechado, menos um mercado", afirmou o morador Thiago Rocha.

A situação dos rios Paquequer, em Teresópolis, e Rio Grande, em Bom Jardim,  é de alerta máximo, segundo dados do alerta de cheias do Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

Já em Nova Friburgo, o rio Córrego D'antas transbordou na Rua Lafayete Bravo Filho, em Conselheiro Paulino. Outras duas ocorrências foram registradas na Avenida dos ferroviários e bairro Santa Bernadete, todas sem gravidade.

Também em Friburgo, um vídeo mostrou um, vazamento no Posto de Saúde Silvio Henrique Braune, no Suspiro. Com a forte chuva, o segundo andar do espaço ficou alagado e, segundo um internauta que não quis se identificar, o problema acontece toda vez que chove forte. Em nota, a Prefeitura informou que o problema foi ocasionado por uma falha na obra realizada no telhado há aproximadamente cinco anos e que uma quipe vistoriou o local. Também foi solicitada uma avaliação das secretarias de Obras e Defesa Civil.

De acordo com o Inea, foram registrados 91 milímetros de chuva nas últimas 24 horas em Nova Friburgo e 89 milímetros no Rio Santo Antônio. Já a situação do Bengalas, principal rio da cidade, é de alerta, segundo o órgão. O rio Cônego também teve o seu nível elevado.

Fonte/texto: Portal G1