A Autopista Fluminense, em reunião com o deputado Altineu Côrtes, prometeu retirar parte dos guard rails para reduzir os congestionamentosO deputado federal Altineu Côrtes (PR) participou de uma reunião, durante a manhã de ontem, na sede da Autopista Fluminense, em São Gonçalo, com o delegado da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o diretor da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), engenheiros da concessionária e o diretor geral da empresa que administra a BR-101, a Rodovia Governador Mário Covas.

Durante o encontro explicativo, o parlamentar comentou que foi apresentado um projeto final que prevê um novo trevo, com parte final da duplicação da BR-493 (Manilha x Magé). Com o intuito de melhorar o trânsito no sentido São Gonçalo, onde serão realizadas obras de viaduto ligando a pista paralela até a BR-101, com previsão da entrega da obras no final de 2016.

Entre as intervenções emergenciais a pedido do deputado Altineu está a abertura da pista no sentido Niterói, na altura da passarela, como era anteriormente. Os veículos poderiam transitar pela BR-101 e entrar no acesso após o viaduto para seguir em direção a Alcântara. O que será feito de emergencial a pedido do deputado é a abertura da pista no sentido Alcântara na altura da passarela como era antes. Os veículos poderiam vir pela BR-101 e entrar após o viaduto para ir para São Gonçalo.

“Colocamos na reunião, que esses congestionamentos não poderiam mais acontecer. Não tem como ficar deste jeito e a solução é uma pouco complexa. A Autopista Fluminense prometeu fazer uma viaduto no lugar do sinal, mas vai demorar para iniciar as obras. Solicitamos que abra novamente a entrada para Alcântara e Niterói. A empresa prometeu que no sentido Itaboraí e são Gonçalo vai abrir para que as pessoas possam acessar como era antes e não como está acontecendo. Ficou combinado que o guard rail, será retirado e quem vai para Alcântara, São Gonçalo e Niterói, saindo de Itaboraí, não vai ficar preso no sinal, na altura de Manilha. Vai poder fazer o que era feita anteriormente.

O deputado criticou ainda a prefeitura de Itaboraí que, logo após a publicação da matéria e a veiculação do vídeo exigindo uma solução para o problema, também se posicionou contra as intervenções da Autopista. “Mentira tem perna curta, a prefeitura de Itaboraí aprovou tudo que foi feito aqui, ela aceitou que os guard rails fossem colocados, isso quem me disse foi o pessoal da Autopista Fluminense. Depois a prefeitura vai para o jornal para pedir a retirada das estruturas. A prefeitura de Itaboraí tem que falar a verdade para as pessoas e ter firmeza nas suas colocações. Ao invés de mandar colocar, depois retirar e dizer que não sabe de nada. Vamos fiscalizar, fazer uma devassa no contrato da concessionária e a gente espera que a empresa cumpra com as palavras deles e retirem esse bloqueio. Pelo menos, melhore uma parte do que foi feito aqui e está desagradando a todo mundo”, afirmou Altineu Côrtes. 

Fonte/texto: Jornal O Itaboraí | Foto: Divulgação