Foto: Jornal do Brasil (JB)
Depois de nova cobrança por esconder os faltosos, a Assembleia Legislativa tornou pública a lista de presença (ou ausências) dos deputados nas sessões do ano passado, e a coluna agora pode entregar o troféu Gazeta de Ouro 2015.

O vencedor da edição foi Pedro Augusto (PMDB), que não deu as caras em 17 votações. Não teve um mês sequer em que o nobre tenha sido assíduo em todas as Ordens do Dia.

A vice-liderança ficou justamente com quem deveria dar o exemplo: o presidente da casa, Jorge Picciani (PMDB), teve 15 faltas computadas.

E, pelo segundo ano consecutivo, Marcos Abrahão (PT do B) ficou com a medalha de bronze: 13 ausências.

Mas, agora que a Alerj é obrigada a descontar dos gazeteiros, o nobre tentou se tornar mais presente. Em 2014, não tinha comparecido a 39 sessões.

Presentes
O desconto fez a turma se tornar mais assídua — ou se preocupar em apresentar justificativas. Dezoito parlamentares não tiveram faltas. Em 2014, os zerados foram apenas Wagner Montes (PSD) e Luiz Paulo (PSDB).

Transparência opaca
A lista de presença foi publicada com atraso, e a Alerj ainda precisa atualizar informações que deveriam estar no site.

Os números de concessões do auxílio educação disponíveis são de julho de 2014.

E o último relatório anual de atividade, de 2013.

Fonte/texto: Extra, Extra - Jornal Extra