Eliézio Gomes de Souza tem 20 anos, trabalha como designer gráfico e guia turístico, é morador do bairro da Reta e filiado ao Solidariedade. Pré-­candidato à vereador no município de Itaboraí, Eliézio aparece no cenário eleitoral deste ano com sua principal bandeira: o Jovem 

Nesta entrevista ao blog A política RJ, Eliézio fala sobre sua pré-candidatura e do futuro apoio que espera de sua comunidade. Confira a bela entrevista concedida por ele ao nosso blog:

A política RJ: Conte um pouco para nós quem é você:

Eliézio Gomes: Sou um Jovem que sempre fui dedicado a os meus estudos, sempre trabalhei com metas, minha família é uma família humilde que sempre batalhou pelos seus ideais. 

Aproveite e conte um pouco da sua trajetória. Como e por que entrou política?

Olha... Sempre tive interesse na política acompanhando em jornais e rádios,porem eu entrei para politica por que como todo jovem tem um sonho o meu era entrar e me formar no ensino superior, ai que confiei no programa do Governo Federal o FIES, entrei e fiz o primeiro semestre logo no final o FIES não cobriu minhas mensalidades restando a mim pagar mais de 5 mil reais referente a o meu semestre e tive que adiar o meu sonho, logo então me revoltei e entrei para politica para lutar por um governo melhor,lutar pelos jovens e pelos ideais deles. 

Qual sua expectativa para as eleições deste ano?

Minha expectativa é que a população saiba a quem votar, dar crédito a quem quer lutar a quem nunca esteve no governo pois os que ja foram e estão no governo já mostraram que não está a favor da população.

Se for eleito, quais projetos pretende defender no legislativo de Itaboraí?

Eu vou defender RIGOROSAMENTE a bandeira da Educação,Emprego e tudo oque envolve a nossa juventude, pois não aceito que os jovens não tenham uma atenção do governo.

Quantos votos você precisa para ser eleito?

Eu não conto por votos, eu quero é a aceitação do publico.Não adianta eu ficar pensando em votos e sim em ajudar a quem quer que seja. 

Para você, nas eleições os religiosos fazem a diferença?

Claro,os religiosos tem um grande poder politico, infelizmente muitos votam em candidatos só por terem cargos na igreja e não por propostas...Um exemplo da prova disso é o Irmão Caio que se diz religiosos e está a favor do atual governo de Itaboraí.

Como você avalia o governo do atual prefeito Helil Cardozo?

O Pior de todos: salários atrasados, nenhum investimento na cidade, nenhum programa social, nenhum projeto de mais educação mais esportes mais cultura e lazer. Só aprova o governo dele quem não está sabendo dos últimos acontecimentos ou quem está na mamata do governo. 

Você acredita que tem boas chances de ser eleito vereador? Por que? Chegando à câmara, como pretende atuar?

Vou atuar rigorosamente fiscalizando o prefeito e as contas da cidade não dando brechas para erros ou/e corrupção, chega de corrupção queremos melhorias para nós jovens,vou criar projetos para fazer com que os jovens se ocupem mais e tenham benefícios para si e fazer com que possamos ter voz para cobrar o governo. 

Para você, qual é o maior problema de Itaboraí atualmente?

O maior problema é a questão da saúde, pois podemos desviar dos buracos na rua ( não menos importante) , pagar por cursos que deveriam ter auxilio do governo ( não menos importantes ) entre outros mais quando o assunto é saúde e precisamos de suporte nós não dependemos de nós próprios e sim dos outros,saúde é sempre prioridade.

Além da sua família, a comunidade, você conta com o apoio de algum político da nossa região para apoiar sua campanha?

Sim, claro eu estou conversando com candidatos a prefeitos e analisando o melhor para nossa cidade assim como deputados Estaduais e Federais.

Para finalizar nossa entrevista, deixe suas considerações finais e uma mensagem a população de Itaboraí e nossos leitores em geral

Pessoal, esse ano é o ano da mudança fiquem ligados pois vocês tem a arma na mão. Ignorem a quem nos ignorou durantes 4 anos , pois nós amargamos muito e ninguém quer sofrer tudo de novo, certo? Espero que gostem da entrevista e #VamosLutarJuntos #BoraMudar