ENTENDA
Diego, ao fundo, no local coberto de mato onde deveria abrigar os Ceus.
Foto: Divulgação/Youtube 
No início de 2014 a população de São Gonçalo teve boas notícias sobre o projeto Ceus, antigo PAC das Praças. Trata-se do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEUS) que tem o objetivo de integrar num mesmo espaço físico, programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços sócio-assistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital, de modo a promover a cidadania em territórios de alta vulnerabilidade social das cidades brasileiras.

Em São Gonçalo foram contemplados os bairros de Neves e Colubandê, e as obras deveriam ter início em meados de 2012, mas não aconteceram. Quando Diego São Paio assumiu a cadeira, uma das primeiras ações foi cobrar do governo municipal o início das obras, e durante todo o seu mandato Diego agiu de forma incisiva cobrando das Secretarias Municipais respostas sobre o atraso, com receio do município perder as verbas enviadas pelo governo federal, que somam mais de 10 milhões de reais nos dois projetos. 

AGORA ENTENDA A PARTE (INFELIZMENTE) RUIM
Hoje, o governo municipal de São Gonçalo joga fora, segundo o vereador, um valor de R$ 10 milhões de reais do governo federal, com obras paradas, que poderiam garantir mais lazer à população. Isso chama-se Elefante Branco. A população de São Gonçalo, que já não tem muitos investimentos nas áreas, quando tem, acontece isso: desprezo.

Segundo a assessoria, o Vereador já entrou com ação no Ministério Público.  

Veja o vídeo feito pelo Vereador nos locais.