Foto: Reprodução/O São Gonçalo
Ontem, dia 16/02, teve inicio o ano dos trabalhos legislativos da câmara de São Gonçalo. Diferentemente a Niterói e outras cidades, a abertura não contou com a participação do Prefeito da cidade, Neilton Mulim. 

Os vereadores Marco Rodrigues, Marlos Costa e Alexandre Gomes, opositores, voltaram do recesso com as 'quatro pedras na mão' e muito assunto para levar à tribuna. 

Alexandre Gomes cobrou do Poder Executivo mais dignidade para a terceira idade e pessoas com deficiências, principalmente nos serviços públicos como postos de saúde, bancos, transportes públicos entre outros.

Marco Rodrigues leu um texto onde expressou  a sua indignação com o atual cenário político de São Gonçalo, do estado e do país. "A crise não é somente de gestão e econômica, há também uma crise moral resultante do afastamento das pessoas de bem da política. A mudança que nossa sociedade precisa depende da participação de cada cidadão na elaboração, formulação e fiscalização sobre a execução das políticas públicas", disse o vereador.

O vereador Marlos Costa, pré-candidato à Prefeito, não poupou e não vai polpar palavras contra o governo nas sessões, e pode ter bastante faltas devido as viagens e articulações que deverá fazer pela corrida eleitoral da cidade. No discurso, ontem, o vereador abordou o tema do dia: a chuva. "Subi a tribuna para falar sobre alguns problemas da cidade: o grande temporal que atingiu o município no início da noite de hoje, o caos na saúde, entre outros", disse. 

A maioria dos vereadores, como sempre, não fez uso da tribuna. Outros vereadores já estão atendendo em seus gabinetes. Alguns vereadores deram as boas vindas aos companheiros, e desejaram um ano com muita prosperidade para o legislativo da cidade. Este ano os vereadores terão muito assunto e trabalho, e você acompanha tudo em nosso blog! Acompanhar a política da sua cidade e atuação dos vereadores é dever de toda a sociedade. #FiscalizeSeuVereador 

Com isso, voltamos a lembrar que:

SÃO FUNÇÕES DO VEREADOR:
O vereador  desempenha como funções típicas as tarefas de legislar e de exercer o controle externo do Poder Executivo. A função legislativa consiste em elaborar, apreciar, alterar ou revogar as leis de interesse para a vida do município. Essas leis podem ter origem na própria Câmara ou resultar de projetos de iniciativa do Prefeito.
Fiscalizar

Atos do Prefeito
Cabe ao vereador fiscalizar os contratos firmados pelo Poder Executivo, fiscalizar obras, discutir projetos de lei, emendas e mensagens do legislativo e do executivo.
Indicações

Câmara Municipal
Como não podem propor leis que resultem em despesas diretas para o município, como a construção de escolas, hospitais, postos de saúde, etc, os vereadores podem sugerir ao executivo medidas e providências a serem adotadas.
Não é função do vereador

NÃO SÃO FUNÇÕES DO VEREADOR
Distribuir sacos de cimento, tijolos, telhas ou material para obras particulares. 
Distribuir cestas básicas em comunidades. 
Asfaltar rua ou tapar buraco de rua. 
Fazer festas e churrascos para a comunidade. 
Arranjar vagas em hospitais