Foto: O Fluminense/Douglas Macedo
Está programado para a manhã da terça-feira, dia 03/05, a reintegração de posse dos 998 apartamentos dos conjuntos habitacionais Parque Araras e Bem-Te-Vis do Programa Minha Casa Minha Vida, no Jóquei, em São Gonçalo. Desde o dia 24 de março, o local foi ocupado por vítimas das chuvas. Apesar da decisão para desocupação do local, o futuro de quem vive no empreendimento ainda é incerto e o drama das mais de 800 famílias parece estar longe do fim. A ação de desocupação contará com a presença das polícias Federal, Militar, oficiais de Justiça e representantes da gestão municipal. Apesar do grande aparato policial, os ocupantes garantem que não oferecerão resistência. “Não vamos resistir. Só não podemos aceitar covardia. Quem está aqui é porque precisa. Só queremos um local para alojar essas pessoas. Todo mundo que está aqui se dispõe a pagar pelas moradias”, disse Oracina Vieira, de 52 anos, representante do Condomínio Parque Bem-Te-Vis.

A mesma opinião é compartilhada pela líder do Condomínio Parque Araras, Luci Maria Ferreira, 51. “Temos muitas pessoas acamadas, idosos e crianças. Houve um cadastro das famílias, mas não foi dado qualquer perspectivas. Para onde irão estas pessoas? Só queremos moradias dignas e uma solução para nosso problema”, afirmou.

Recordando – No dia 24 de março, famílias que tiveram as casas atingidas pelas chuvas ocuparam os apartamentos que estavam em fase de finalização. No dia 31 de março, o juiz federal Fabio Tenenblat, da 3ª Vara Federal de São Gonçalo, determinou que fosse feita a reintegração de posse dos 998 apartamentos. A ação foi ajuizada pela MRV Engenharia e Participações S.A, responsável pela obra, que será entregue aos beneficiários do programa pela Caixa Econômica Federal. (Marcela Freitas).

Fonte/texto: O São Gonçalo | http://www.osaogoncalo.com.br/GERAL/14480/QUASE-MIL-APARTAMENTOS-INVADIDOS-NO-JOQUEI-DEVEM-SER-RETOMADOS-HOJE