Eduardo Paes (Prefeito do Rio) e Neilton Mulim
(Prefeito de São Gonçalo), ao lado da tocha olímpica.
Foto: Divulgação
A Prefeitura de São Gonçalo começou a decidir os últimos detalhes do revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 que passará pelas ruas da cidade no dia 02 de agosto, com horário de início previsto para as 14h45. Uma reunião foi realizada entre as secretarias de Transportes, Esporte e Lazer, Cerimonial e Guarda Municipal para a definição de algumas particularidades. O ponto de partida do revezamento será na Rua Alfredo Backer, no Alcântara. Diversas personalidades da cidade participarão do revezamento da tocha a cada 200 metros. 

A Tocha Olímpica está viajando por todo o Brasil. Serão 90 dias de revezamento, mais de 12.000 condutores carregarão a chama olímpica, que passará por 329 cidades brasileiras. O percurso começou por Brasília, no dia 3 de maio, e terminará no Rio de Janeiro, no dia 4 de agosto. 

A Chama Olímpica representa a paz, a união e a amizade. A tocha é usada para passar a chama de um condutor para o outro durante o revezamento até o acendimento da pira na cerimônia de abertura no Estádio do Maracanã no dia 5 de agosto. 

O evento em São Gonçalo está previsto pata terminar às 16h30. Um esquema especial de trânsito está sendo montado para que os veículos sejam deslocados para as ruas paralelas às vias onde a tocha será conduzida. Além disso, a segurança será reforçada no entorno para dar suporte aos atletas e a população. Comerciantes e moradores dos bairros por onde a tocha passará serão avisados com antecedência para saber como proceder no dia do evento. 

Será realizada atividades junto aos alunos da rede pública no Colégio Municipal Presidente Castelo Branco, no Boaçú, e ao chegar à Prefeitura da cidade um grande show encerrará o evento. Todas as secretarias do município estão envolvidas, além do 7° BPM (São Gonçalo) e da Guarda Municipal. 

Todo primeiro dia útil de cada mês o comitê da tocha olímpica no município realiza uma simulação do percurso que será percorrido pelos atletas, uma espécie de reconhecimento do local. Serão montados no dia do evento, pontos de coleta em locais estratégicos para que os condutores da Tocha se encontrem durante o revezamento para receber os uniformes e as instruções para a participação do trajeto. 

O subsecretário de transportes Alberto Melo, explica que o objetivo é minimizar o impacto no trânsito. "Vamos trabalhar de maneira ordenada para que a população não sinta tanto as mudanças e que seja um dia de festa na cidade. Queremos que toda a população gonçalense venha prestigiar o evento, pois é uma data histórica para o município", afirma

Fonte/Texto: PMSG