Prefeitura de Itaboraí | Foto: Jornal Extra
O Governo Municipal de Itaboraí registrou piora na avaliação de transparência da administração pública, de acordo com o documento do Ministério Público Federal (MPF) divulgado ontem, dia 08/06. 

O município, na primeira avaliação, estava em 30º lugar, com uma nota de 6,1. Na segunda avaliação, divulgada ontem, despencou para a 42º lugar, com a nota 6,0, diferença de 1,61%.  

METODOLOGIA 
Foram avaliados portais de 5.567 municípios, 26 estados e o Distrito Federal. A análise mensura o grau de cumprimento de leis referentes à transparência no Brasil, numa escala que vai de zero a dez.

A avaliação é com base no questionário desenvolvido pela Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (Enccla), que selecionou as principais exigências legais e itens considerados boas práticas.

Alguns destes itens são a divulgação de todas as receitas, despesas, licitações e contratos do governo, prestação de contas do ano anterior, Execução Orçamentária a cada semestre e indicação clara a visível para pedido de acesso à informação, virtual e presencialmente.

AS MELHORES E AS PIORES
Duque de Caxias, Macaé, Maricá, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu e Resende, respeitando a ordem, estão todas empatadas em primeiro lugar no índice de transparência do estado do Rio.

Carmo e Rio das Flores, respeitando a ordem, são as cidades com pior índice de transparência do Estado.