Em todo Brasil mais de 17 milhões de alunos da rede pública de ensino realizarão nesta terça-feira (07) a prova da Olimpíada Brasileira de Matemática (Obmep). São Gonçalo também está na disputa: cerca de nove mil estudantes, do 6º ao 9º ano, farão a prova objetiva que visa não só premiar os mais bem qualificados, mas melhorar o desempenho dos alunos e estimular o aprendizado. E este ano o município realiza um feito inédito: todas as 31 unidades do 2º segmento foram inscritas na Olimpíada. O prefeito Neilton Mulim recebeu os coordenadores do projeto na tarde desta segunda-feira. 

A avaliação será realizada em todos os turnos, com duração de duas horas e meia e 20 questões objetivas. Nesta primeira etapa, os próprios professores das unidades farão a correção utilizando o gabarito fornecido pela Obmep. Participam da segunda fase, que será no dia 9 de setembro, 5% dos alunos com maior pontuação de cada escola. O resultado sai no dia 10 de agosto. 

Ao todo, 6.500 estudantes de todo Brasil são premiados com medalhas de ouro, prata e bronze, e até 46 mil recebem certificados de Menção Honrosa pela participação. "Como professor de matemática fico muito orgulhoso dos nossos alunos estarem participando desta Olimpíada. Desejo a todos boa sorte e que tragam muitas medalhas para São Gonçalo e saiam do embate também com muito mais conhecimento", garantiu o prefeito. 

O Professor Jean Carlos, coordenador do Clube "Loucos Por Matemática", que tem como objetivo auxiliar os alunos no estudo da disciplina, conta que além das premiações os medalhistas na avaliação terão direito a participação no Programa de Iniciação Científica Jr., com bolsas de estudos pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). 

"A Olimpíada não se resume só a premiação, o mais importante é poder incentivar os alunos a acreditar no próprio potencial. Para além das medalhas, o que fica é o estímulo ao aprendizado", afirma. 

Fonte: Ascom
Autor: Thayná Alves
Foto: Sandro Nascimento