Guarda retoma greve com força total
Foto: Ascom Sindspef
Em Assembleia realizada agora há pouco no Prédio 1000, na Rua Coronel Serrado, aproximadamente 100 (cem) guardas municipais decidiram retomar o movimento grevista a partir de quarta-feira.
O prefeito Neilton Mulim, que havia se comprometido em atender parte das reivindicações, não honrou, mais uma vez, o acordo. É a terceira quebra de palavra em dois anos. Dessa vez foi pior: passou recibo de mentiroso por escrito.

O sentimento da Guarda é de confiança e altivez de quem luta pelo o que é justo. As atividades nas ruas e em frente à prefeitura tendem a ser ainda mais fortes e barulhentas, com a presença, inclusive, dos familiares.

Os trabalhadores, dessa vez, só cogitarão pelo encerramento do movimento com as reivindicações publicadas em Diário Oficial.

Em breve, o Sindicato de Servidores Públicos Efetivos, que administra a greve da Guarda Municipal divulgará mais informações e calendário de atividades.

Fonte/texto: Ascom Sindspef