André Correia, presidente do diretório municipal, Marina Silva
porta-voz nacional e Diego São Paio, pré-candidato a prefeito
da Rede em São Gonçalo | Foto: Divulgação
O colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, afirmou em desta terça-feira (19) que a Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva, não poderia disputar qualquer cargo no Rio de Janeiro: “O TRE/RJ decidiu ontem aplicar já este ano a resolução do TSE que obriga os partidos a terem CNPJ. A Rede/RJ, sabe-se lá o motivo, não tem”, disse.

Porém, a questão é pontual na cidade do Rio de Janeiro. Um outro blog da cidade publicou matéria afirma que a questão do Rio poderia também atingir São Gonçalo, na pessoa do pré-candidato Diego São Paio e os pré-candidatos a vereador.

A Rede São Gonçalo publicou nota sobre o assunto, descartando tal possibilidade e provando que o diretório municipal de São Gonçalo está com o CNPJ regular com a Justiça Eleitoral. O partido também solicitou remoção da publicação do blog, que não aconteceu até o momento.
Comprovante de CNPJ do partido.

Leia a nota da Rede Sustentabilidade São Gonçalo: 

O elo municipal da Rede em São Gonçalo tem o CNPJ em situação regular, conforme pode ser verificado junto à Receita Federal pelo registro 24.933.394/0001-07, o que invalida qualquer relação da executiva gonçalense com a publicação.

Portanto, não há qualquer questão legal que possa prejudicar a pré-candidatura de Diego São Paio à prefeitura de São Gonçalo, tampouco a grande nominata que a legenda está construindo no município.

Estamos muito determinados e confiantes na construção deste projeto junto com a população, uma proposta que possa significar uma mudança real em São Gonçalo.