Exibindo CPF_6632.JPG
Diego São Paio, candidato a prefeito e Fernanda Temperini, candidata a vice
Foto: Carú Pastor
“São Gonçalo merece mais”. Foi nessa convicção que mais de quatro mil pessoas se reuniram na noite desta sexta-feira (05), no bairro Estrela do Norte, para consagrar o administrador Diego São Paio como candidato às eleições municipais.

Recordista de projetos de lei na história de São Gonçalo e referência da oposição na Câmara, Diego São Paio ressaltou a urgência por uma gestão profissional na cidade para superar as áreas mais carentes do município, como infraestrutura, saúde e desenvolvimento.

"O gonçalense ficou desacreditado com a classe política diante desse quadro de abandono que a cidade enfrenta e de tantas promessas sem fundamento. Mas esta multidão hoje demonstra que há pessoas de bem, que ainda acreditam em uma cidade mais justa, mais limpa, com saúde digna, com segurança. As ruas sem asfalto, o esgoto a céu aberto precisam se tornar passado em São Gonçalo. Não dá mais pra aceitar! Estamos aqui porque acreditamos em São Gonçalo e vamos realizar um projeto de governo ético, transparente, feito com planejamento e formado pelos profissionais mais capacitados para cada função”, declarou Diego.

O candidato enfatizou que o programa de governo já tem sido construído com a população, com reuniões semanais nos bairros e através da plataforma colaborativa "São Gonçalo em Rede", um site pelo qual o internauta pode sugerir propostas de melhoria para cidade.

“Chegamos a este ponto por conta das más decisões políticas, tomadas dentro de gabinetes e por interesses próprios. Precisamos romper com esta prática, combater a corrupção na nossa cidade. Ouvimos a população porque não há ninguém melhor que o próprio morador para indicar o que a cidade precisa. Vamos canalizar essa indignação do cidadão para formular boas propostas e colocar São Gonçalo no lugar que ela merece”.

A Rede Sustentabilidade homologou 41 candidatos à nominata – 28 homens e 13 mulheres, além da vice Fernanda Temperini. Administradora e contadora, Fernanda desenvolve há oito anos projetos sociais de incentivo à capacitação profissional de mulheres.

“Durante todos esses anos, a política nunca nos ajudou, nunca enxergou a importância de garantir o acesso da mulher ao mercado de trabalho, à educação e à saúde digna e de combater a violência contra a mulher, que tem números assustadores na nossa cidade. Hoje enfrentamos um déficit de 50 mil crianças de zero a cinco anos fora da escola devido à falta de creches. Juntos, podemos mudar essa realidade. Vamos promover uma mudança histórica em São Gonçalo”, afirmou.