Exibindo b2e95abd-a624-42d7-b77a-1b5082f2b0ca.jpg
Foto: Débora Matos
Durante a manhã o candidato a prefeito do PSB, Marlos Costa, participou de reunião com lideranças, a tarde participou de gravação externa, que contou também com a presença da sua esposa e filhos, à noite Marlos participou do debate “Encontro com candidatos: Cidadania Responsável”, promovido pelo vicariato São Gonçalo, no colégio Santa Terezinha, no Centro da cidade. Cerca de 150 pessoas participaram do debate,  onde Marlos Costa falou sobre suas propostas de governo, entre eles a criação de central de vídeo monitoramento como medida para diminuir o índice de violência no município.

“A Prefeitura pode atuar no combate a criminalidade, hoje o trabalho da Prefeitura  na prevenção é inexistente, vamos ampliar o efetivo da guarda municipal, vamos equipar com armamento não letal, ampliar a ronda escolar , em pelo menos 100 homens, fazendo o patrulhamento da nossa rede de ensino, patrulhamento nas praças, e nos principais calçadões da cidade, fazer convênio da prefeitura com o governo estadual para contratar policiais para atuar na cidade em horas de folga. Iremos substituir toda iluminação pública por lâmpadas de led, criar uma central de vídeo monitoramento, essas são atitudes que a Prefeitura pode adotar para diminuirmos índices de violência no município”, disse Marlos

O candidato socialista ainda falou sobre a precariedade que a saúde se encontra e falou da criação de concurso público para área da saúde e da criação de  especialidades médicas como pediatria, geriatria e ginecologia nas unidades de família.

“Precisamos melhorar a rede de atenção básica, reorganizar o programa de saúde de família, que hoje não está funcionando como deveria valorizar os profissionais da saúde. As equipes de saúde de família hoje tem trabalhadores que estão precarizados, não tem carteira assinada e contratos, vamos criar concurso público para formar as equipes de saúde da família. Iremos disponibilizar nos postos de saúde da família especialidades médicas como pediatria, geriatria e ginecologia. Vamos reformular a rede de emergência e urgência de maneira que os cinco distritos possam ser atendidos, o pronto central não pode concentrar toda demanda do município, vamos investir no pronto socorro do Alcântara, vamos reabrir o  serviço de Pronto Atendimento (SPA) Dr. Zerbini, no bairro do Arsenal, abrir a UPA de Nova Cidade e fazer com que a UPA do Pacheco possa funcionar no atendimento de emergência e urgência  e com essas unidades em pleno funcionamento teremos uma rede que atenda toda a cidade”, conclui Marlos.