Foto: Marcos Vieira - Página Gonçalense
Um grupo de trabalhadores da empresa de varrição contratada para prestar os serviços na cidade estiveram, pela manhã, na porta da Prefeitura de São Gonçalo cobrando o pagamento do salário do mês de julho, que está atrasado.

O trânsito ficou complicado e seguiu em meia pista, sendo coordenado por Guardas Municipais. Os garis reclamam também das condições de trabalho, que são precárias, assim como os uniformes usados, que são velhos e sem reposição. 

As manifestações dos varredores estão ficando constantes na cidade.