Revezamento da tocha olímpica em São Gonçalo
Foto: Girley Oliveira/PMSG
No dia 03/08 os vereadores retornaram as sessões legislativas, um dia depois da passagem da Tocha Olímpica, símbolo dos jogos olímpicos, passar por São Gonçalo. 

Primeiro a assumir a tribuna da Câmara, o vereador Cici Maldonado criticou que muito se deu atenção à tocha. Ela trouxe segurança do estado, apoio da segurança nacional e serviços de limpeza e até calçada para onde não tinha.

"Eu era contra a passagem da tocha, poque o município passa por uma situação tão difícil, que eu acho que qualquer gasto em função da passagem da tocha olímpica seria um desperdício. Mas, eu mudei de ideia. Eu sou a favor que a tocha passe. Toda cidade que a tocha passou virou um tapete, inclusive São Gonçalo. Vejo lá no Gradim esgoto jorrando pra tudo quanto é lado, esgoto aqui, lixo lá, lixo ali. E onde a tocha passou... tá um tapete, tá lindo! Tá tudo bonito", disse o vereador. "O diabo da tocha tem o poder de limpar tudo, de botar tudo bonito e organizado. Traz segurança, traz tudo, que praga poderosa essa tocha!", completou.

O vereador criticou que a situação no seu bairro, Gradim, tem esgoto vazando, vazamento de água, lixo para tudo quanto é lado, mas onde a tocha passou está tudo bonito.

Outro vereador que criticou foi o vereador Prof. Paulo. Ele disse que até os carros da delegacia foram proibidos de ficar na calçada em frente à delegacia por causa da passagem da tocha. Ainda falou da 'maquiagem' feita pela prefeitura nos corredores por onde passaram o fogo olímpico e a construção de calçadas em pontos que não tinham calçada.

"É lamentável ver que algo que ocorre em um determinado dia aconteça só naquele momento. Acontece só naquele momento. Isso deveria, como foi citado pelos parlamentares que me antecederam, acontecer, naturalmente, nos outros dias também. Até por que existe uma empresa responsável por fazer a limpeza urbana que é pago um valor bem elevado para que seja feito, mas não vemos essa limpeza ser feita durante o ano", disse Paulo.

O vereador, antes de comentar sobre a passagem da tocha, criticou a secretaria de esportes, que não desenvolve ou desenvolveu projetos educacionais voltados para o esporte no município, ainda mais em um ano olímpico.  

O vereador Diego São Paio também comentou.

"Eu nunca vi tanta gente limpando a rua, tanto meio fio pintando quanto na segunda-feira. [01/08, um dia antes da passagem da tocha] O contrato de varrição do município é um milhão e seiscentos mil reais, e aí a gente pergunta ao cidadão [...], quantas vezes a sua rua foi varrida?", disse Diego, que ainda ressaltou que o valor é pago mensalmente.