Foto: Divulgação
Reestruturar os postos de saúde e as escolas municipais, assim como os serviços de coleta de lixo e de iluminação pública. Estas foram algumas das propostas apresentadas pelo candidato à Prefeitura de São Gonçalo pelo PRB, Dejorge Patrício, aos moradores dos bairros de Santa Izabel, Sacramento e Pacheco durante caminhada na manhã desta quarta-feira (19).

Ao lado de lideranças comunitárias e políticas das regiões, Dejorge voltou a garantir que a saúde será a prioridade número um em seu governo.

"A saúde tem que ser tratada como prioridade número um. Não podemos continuar assistindo as pessoas indo atrás de exames, cirurgias, remédios. Vamos criar unidades que atendem as pessoas de verdade, assim como vamos recuperar as existentes. Uma pessoa não pode esperar uma semana, 15 dias, seis meses por uma cirurgia. Isto não existe. Vamos criar a Clínica do Idoso, ampliar o número de leitos nos hospitais, colocar os centros cirúrgicos para funcionar e construir o Hospital Municipal do Câncer", garantiu Dejorge.

Moradores também reclamaram da rede de Educação, que está em meia paralisação há quase seis meses. “Vamos melhorar a rede municipal de ensino, conversando com os nossos profissionais, com pais e alunos e verificando as reais necessidades de cada escola, como reforma, equipamentos e reestruturação das unidades para que os nossos alunos tenham um bom aprendizado para um futuro melhor. O último índice do Ideb mostrou que precisamos agir rápido. Vamos também investir na educação à distância, para a terceira idade e para aqueles jovens que não conseguiram concluir os estudos. E vamos também por um fim na aprovação automática. É uma covardia para com os alunos”.

A coleta irregular do lixo também foi criticada pela população durante a caminhada de Dejorge nos bairros de Santa Izabel e Sacramento. “A coleta é irregular em todos os bairros da cidade. Aonde você anda tem lixo nas ruas aguardando a coleta. Isso é um absurdo. Vamos fazer o serviço funcionar. Se der uma chuva forte hoje vamos enfrentar mais uma enchente porque vai tudo para os bueiros e rios”, disse o candidato.