Foto: Divulgação 
É crime eleitoral, todo mundo sabe. Não pode fazer. Distribuir panfletos próximos às sessões de votação é crime, mais conhecido como "boca de urna". Mesmo assim, centenas de pessoas, contratadas pelos próprios políticos, querem lucrar e ganhar pelo menos R$100 reais no dia da votação distribuindo os santinhos. 

Em São Gonçalo, o segundo maior colégio eleitoral do Estado, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) não faz a mínima questão de fazer fiscalização nas sessões. O município tem 1.919 sessões eleitorais que não recebem fiscalização do Tribunal. Assim, a farra da boca de urna continua. 

Alô, TRE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!