Fael é vereador eleito na cidade pelo Democratas | Foto: Divulgação 
Ex-vereador em São Gonçalo e reeleito para a próxima legislatura, Fael (Democratas) concedeu ao blog "A política RJ" a primeira entrevista na condição de vereador da nossa cidade, onde falou dos projetos que pretende levar à Câmara e como pretende atuar no legislativo de São Gonçalo

O senhor já foi ex-vereador na cidade. Quais projetos o senhor dá destaque na época que foi vereador?

São vários projetos, tenho uma pasta com copia de todos. Mas tem um projeto que destaco que foi de grande importância para cidade, um projeto meu, onde fiz um grande lobby político para a votação e aprovação desse projeto até a sanção do governo. Esse projeto foi o da orquestra de música de São Gonçalo, um projeto entendido por ser uma cidade com muitos profissionais e naquela época víamos essa necessidade. É um orgulho para mim, pois não sou músico e vi a necessidade desse projeto naquela época. Infelizmente, teve muitos projetos que eu apresentei mas foram vetados, como o fim da dupla função de motorista de ônibus.

Como pretende atuar na Câmara em conjunto ao Executivo? 

Eu torço muito para que o Dr. José Luiz Nanci vença a eleição. Ele tem grande experiência e um extenso currículo político, médico, de família boa e bacana, que não necessita de viver da política, é um gosto que ele tem. A política para ele é só para fazer o bem, e não utiliza-la para bem próprio pois ele não precisa disso. Vou somar com ele e trazer coisas boas para nossa cidade. Também pretendo lutar pela linha 3 do metrô junto aos demais vereadores. Vamos fazer audiência, ir à Alerj e cobrar do governador, pois é um absurdo a presidente à época vir aqui, prometer e não fazer!

Já tem projetos em mente para levar à Câmara? 

Muito mais importante que criar novos projetos, é fazer funcionar o que já temos na cidade. A verdadeira função de um vereador é ser o elo de ligação entre comunidade e a prefeitura. Às vezes, temos a ideia de colocar um projeto, mas muitas vezes é vetado pelo prefeito alegando que já existe, mas não estão implantados na cidade ou não funciona. Eu tenho o sonho de ser o vereador com maior trabalho na cidade. Podem acreditar que vou incentivar muita coisa na cidade e buscar fazer funcionar aqueles projetos que só estão no papel, além de exercer minha função de fiscalizador.

Atualmente a Câmara de São Gonçalo tem uma baixa produção legislativa e muitas faltas dos vereadores, fazendo que diversas sessões não sejam feitas por falta de quórum. Qual é a sua opinião? 

Quando fui vereador sempre cheguei cedo na Câmara. Sempre me comprometi em comparecer nas sessões, pois será minha responsabilidade. Eu não entendo também o vereador que se elege, assume e depois pede licença para assumir outros cargos. Acho que isso deveria ser proibido. Sou contra o vereador chegar atrasado a sessão e vou cobrar isso também.

Já tem alguma posição acerca da eleição para a presidência da Câmara? 

Me parece que temos cinco candidatos à presidência da Câmara. Mas, adianto que não sou candidato, apesar do meu partido ter feito convite a respeito, não quis, pois quero espaço para trabalhar, ficar atento quanto as pautas da Câmara e buscar junto ao futuro prefeito projetos para as comunidades em que moro e tenho um carinho. Estou avaliando o perfil dos candidatos à presidência, mas não decidi ainda em quem vou votar.