Câmara realizou primeira sessão do ano no dia 15
Foto: Divulgação/Facebook
Na última quarta-feira (15/02), os vereadores de São Gonçalo retomaram as atividades em plenário. Foi realizada a primeira sessão do ano, com a participação de 26 dos 27 vereadores, com falta registrada apenas da vereadora Iza.

O prefeito Dr. José Luiz Nanci não foi à Câmara na abertura do ano legislativo e não enviou nenhum representante para dar as boas vindas aos vereadores.

O primeiro orador da sessão foi o presidente da Câmara, Vereador Diney Marins (PSB), que deu as boas vindas aos parlamentares eleitos em primeiro mandato, colocando-se à disposição para auxilia-los.

''Estamos em um momento em especial, histórico. Renovei o meu compromisso com a cidade na eleição do ano passado [...] conseguimos muitos avanços e junto com os excelentíssimos vereadores vamos conquistar mais, acredito que nosso maior legado seja nossa sede, o Palácio 22 de Setembro, que representa a independência do Poder Legislativo'', disse Diney.

O vereador eleito pela primeira vez em São Gonçalo, Sandro Almeida (PSDB), fez agradecimentos pela sua vitória.

"Quero dizer a todos vocês que trabalharei de forma incansável para que você possa se orgulhar do seu voto", disse. 

O Vereador tucano Sandro Almeida ainda parabenizou a operação "Lava-Jato".

"Essa crise avassaladora, que eu diria, inclusive, que é uma crise de cunho institucional, onde você percebe, claramente, as instituições brigando por seu espaço de poder, onde os poderes se conflitam o tempo todo. Quero lembrar aos amigos, que o papel exercido até aqui, pelo judiciário, que vem conduzindo, eu diria, esse brilhante trabalho que se chama Lava Jato, que vem passando o Brasil a limpo, só está acontecendo por que na verdade o judiciário se mobilizou com o objetivo de buscar resultados, que de fato o Brasil precisa", disse o vereador, que ainda pediu união e respeito entre os vereadores.

O Vereador Prof. Paulo (PCdoB) reafirmou seu compromisso com o legislativo e afirmou que lutará pelo direito dos trabalhadores da cidade, servidores, mulheres e pela prestação adequada dos serviços públicos. Reafirmou, ainda, que continuará buscando fazer valer os direitos da população e barrando retrocessos sociais.

O Vereador Armando Marins (PSDB) reiterou seu compromisso em trabalhar com serenidade e dedicação para a população, em especial os que mais necessitam. Ele ainda afirmou que confia no prefeito Dr. José Luiz Nanci para fazer as mudanças necessárias na cidade. 

O Vereador Jalmir Junior (PRTB), eleito em primeiro mandato, afirmou que as portas do seu gabinete estão abertas à população gonçalense. Disse que irá cumprir o regimento interno da Câmara, fiscalizar os atos do Prefeito Dr. José Luiz Nanci e lembrou os oficios que protocolou no gabinete do prefeito solicitando informações e questionando o aumento do valor da passagem dos ônibus municipais. 

O Vereador Lecinho (PMDB), no inicio do seu discurso, parabenizou os ex-vereadores que se elegeram na eleição do ano passado, Samuca (PMB), Fael (Dem) e Eduardo Gordo (PMDB). O vereador também parabenizou o presidente da Câmara pela nova sede do Poder Legislativo e todos os envolvidos no processo.

O Vereador Fael (Dem) falou que está feliz por retornar à Câmara de São Gonçalo. Falou que antes de ser eleito, já sabia dos problemas que a cidade enfrenta em todos os setores. Ele também agradeceu a Deus, a população e a seus eleitores por sua vitória. O vereador também parabenizou ao presidente Diney Marins pela nova sede do Poder Legislativo.

O Vereador Gilson do Cefen parabenizou a todos os vereadores por sua eleição. O vereador falou que a crise do País e do Estado desestimulou os eleitores de irem às urnas, mas agradeceu a Deus e a população por sua vitória. Ele afirmou que não será oposição, sua posição será ao lado do povo.

O Vereador Vinicius (PRB) falou, primeiramente, sobre a importância da imprensa na divulgação dos trabalhos da Câmara. O Vereador também falou sobre a questão dos oficios que protocolou no gabinete do prefeito sobre o aumento da passagem de ônibus. Ele falou que soube que depois de protocolar esses oficios, ele e o grupo que protocolou, passou a ser alvo de ataques do governo. Ele pediu ao Poder Executivo que estude o contrato do Consórcio São Gonçalo na medida em que possa beneficiar a população.

O Vereador Lucas Muniz (PMN) agradeceu aos seus correligionários por sua votação. Ele, que é o vereador mais jovem do Estado, com 23 anos, afirmou que assumiu um compromisso com a população de conhecer seus problemas e tentar resolve-los. Ele afirmou que representará não só seus eleitores, mais sim os mais de um milhão de gonçalenses, discutindo na Câmara tudo que for de interesse público.

O Vereador Cacau (PRTB), parabenizou o deputado federal Dejorge Patrício pelas emendas que destinou para a saúde da cidade. Sem mais nada a falar, encerrou seu discurso.

O Vereador Maciel (PMN) lembrou que na ultima eleição (2016) o seu partido teve grande crescimento em São Gonçalo, elegendo dois vereadores. Ele também falou sobre seu cargo de vice-presidente da Executiva estadual do PMN. O vereador também pediu respeito à Câmara por parte do Poder Executivo.

O Vereador Alexandre Gomes (PSB) também agradeceu a presença da imprensa e criticou o ex-prefeito de São Gonçalo, Neilton Mulim, pela divida de aproximadamente R$600 milhões que deixou para o atual governo. Ele ainda afirmou que lutará pela reprovação das contas do prefeito Neilton Mulim e falou dos esforços do prefeito Nanci para tirar o município da crise.

O Vereador Misael (PMDB) agradeceu seus aliados e a população que o elegeu, além de pedir as bençãos de Deus para o ano legislativo de cada vereador. Ainda se colocou à disposição  do Prefeito para trabalhar para o avanço da cidade. 

O Vereador Samuca (PMB) afirmou que é uma honra retornar à Casa Legislativa e de representar o povo de São Gonçalo na Câmara Municipal e afirma que defenderá os interesses da sociedade gonçalense.

Os demais vereadores não discursaram.

Em seguida, os vereadores votaram a pauta da mesa.