José Luiz Nanci no 'dia da vitória'. Foto: Divulgação
Marco Antônio Cabral (PMDB), delatado na Lava Jato por ter recebido dinheiro de propina para sua eleição a deputado federal em 2014 e filho do ex-governador Sérgio Cabral, preso em Bangu, por corrupção, além das empresas de construção Carioca Engenharia e Andrade Gutierrez, ambas envolvidas no esquema de corrupção da Lava Jato, foram os principais doadores de campanha de José Luiz Nanci em 2014, quando candidatou-se e elegeu-se Deputado Estadual, pelo PPS.

Atual Prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci recebeu mais de meio milhão de reais em doações (R$550 mil reais), maior parte sendo doada pelas empreiteiras, que doaram R$500 mil reais. O restante foi doado por Marco Antônio Cabral, que fez mais de 100 operações de doações à campanha de Nanci, com valores que variam em R$81 reais até R$3,700 reais.

A empresa Andrade Gutierrez, que é suspeita sobre a existência de um cartel de licitações na Petrobras e desvios de dinheiro público nas obras da Usina Nuclear Angra 3 e de estádios da Copa do Mundo de 2014, doou R$200 mil reais para José Luiz Nanci, através da Direção Nacional do PPS para o candidato.

O atual Prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci, também recebeu da empresa Carioca Engenharia doação de R$300 mil reais, através da direção nacional do partido, para sua campanha em 2014.

A Carioca Engenharia também tem o nome envolvido na Lava Jato. ‘Na condição de diretores/conselheiros’ da empreiteira, os executivos autorizaram e determinaram o pagamento de propina no esquema de corrupção instalado na Petrobrás e fraudaram ‘a competitividade de certames licitatórios’ da estatal.

A pergunta é: Será que o Prefeito de São Gonçalo, Dr. José Luiz Nanci, teme à Lava-Jato? 

Na última semana, seu aliado Marco Antônio Cabral foi delatado por ter recebido propina para sua campanha de 2014 para Deputado Federal, conforme também noticiou o blog A política RJ - AQUI.

Todas as informações são com base nas informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). CLIQUE AQUI para ver mais.