Foto: Divulgação
Na tarde de hoje (1), o secretário de Desenvolvimento Social, Marlos Costa, se reuniu com o secretário Estadual de Assistência Social, Pedro Fernandes, onde debateram questões sobre desenvolvimento social para o município de São Gonçalo, entre eles a prioridade da entrega dos apartamentos do Programa Minha Casa, Minha Vida, aos beneficiários do aluguel social.

A necessidade de acompanhamento de uma equipe técnica, da Secretaria Estadual de Assistência Social, para resolver as questões burocráticas referentes às instituições de assistência em São Gonçalo, no Cadastro Nacional de Entidades de Assistência Social (CNEAS), foram um dos assuntos tratados na reunião.

O secretário Marlos Costa ressaltou a importância da entrega dos apartamentos as famílias beneficiárias do aluguel social em São Gonçalo.

“A reunião foi muito produtiva. Tratamos sobre diversos assuntos importantes para a população gonçalense, entre eles a necessidade da entrega dos apartamentos do Minha Casa, Minha Vida, direito das famílias que se encontram em situação de aluguel social. O secretário Pedro Fernandes nos informou que se reunirá com o Ministério Público e Caixa Econômica para que inclua, prioritariamente, as famílias nessa situação. Esta questão está entre as prioridades do governo”, afirmou Marlos Costa.

Outro assunto em pauta foi a gestão plena do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), que passa pelo Estado e conselho Estadual de Assistência Social. Sobre isso, o secretário estadual se comprometeu em disponibilizar a equipe técnica para solucionar todas as questões burocráticas do município. Essas demandas serão encaminhadas ao Ministério do Desenvolvimento Social para que a gestão plena possa ser adquirida em São Gonçalo.

O secretário Estadual de Assistência Social, Pedro Fernandes, afirma que a entrega dos apartamentos Minha Casa, Minha Vida trata-se de uma questão de prioridade.

“Para viabilizar as unidades do Minha casa, Minha Vida de São Gonçalo será necessária uma força tarefa entre o Ministério Público e a Caixa Econômica Federal para garantirmos a entrega às famílias que estão em situação de aluguel social. Desta forma, vamos resolver a situação das famílias impactadas pelas chuvas”, disse.

Fonte: Ascom/Foto: Divulgação