Foto: Divulgação
O presidente da Câmara dos Vereadores de São Gonçalo, Diney Marins, colocou a estrutura do órgão à disposição do prefeito José Luiz Nanci e do secretário de Saúde, Dimas Gadelha, para servir como polo de vacinação contra a febre amarela caso a cidade precise ampliar os pontos de imunização. De acordo com a secretaria municipal de Saúde, apesar de não ter nenhum caso notificado de febre amarela na cidade, a procura pela vacina contra a doença triplicou nos últimos dias.

"Nosso objetivo é colaborar com o município, oferecendo nosso espaço para ajudar na imunização da população em uma futura campanha. A Câmara hoje está instalada no bairro do Zé Garoto, local de fácil acesso e com amplo espaço", garantiu Diney Marins.

De janeiro até a última sexta-feira, segundo a secretaria municipal de Saúde, 10 mil pessoas foram imunizadas na cidade, a maioria com viagens marcadas para áreas endêmicas. No decorrer desta semana, segundo a secretaria também, será montado junto a secretaria estadual de Saúde, responsável pela liberação das vacinas aos municípios, um novo cronograma de imunização.

“Estamos fazendo a aplicação da vacinação de acordo com as doses que estão chegando. Aguardamos o aumento das doses, pelo governo do Estado, para garantirmos a imunização de toda a população. O município está atento à doença e trabalhando junto a secretaria estadual de Saúde e ao Ministério da Saúde”, explicou o secretário Dimas Gadelha.

A vacina é destinada a pessoas entre nove meses e 60 anos de idade, obedecendo às indicações e contra-indicações do Ministério da Saúde. Não devem receber a dose pessoas com câncer, com HIV positivo, com alergia a proteína do ovo e gelatina, que fazem uso de medicamentos como corticóide, além de gestantes e lactantes.