Objetivo do projeto é dar maior poder de legitima defesa ao cidadão
Foto: Divulgação
O projeto de lei 3722/2012 é um projeto que altera a legislação sobre armas e munições no Brasil, flexibilizando as normas em vigor para que as pessoas possam ter acesso legal às armas, na forma de medida de legítima defesa.

O deputado federal Rogério Peninha (PMDB-SC) é o autor do projeto de lei que busca a revogação do Estatuto do Desarmamento. 

"O cerne do meu projeto é acabar com a discricionariedade, ou seja, pôr fim à comprovação da efetiva necessidade para o registro de uma arma. [...] Se o delegado não gostar da sua cara, ele indefere o pedido e você simplesmente perde o direito de defender sua vida, sua família e seu patrimônio", alega o deputado, em uma entrevista mais recente.

OS DEPUTADOS DO RIO QUE SÃO A FAVOR E CONTRA
No Rio, apenas quatro deputados já se declararam a favor do projeto: Cristiane Brasil (PTB), Ezequiel Teixeira (SD), Hugo Leal (PSB) e Jair Bolsonaro (PSC).

Que se declaram contra a proposta são: Alessandro Molon (Rede), Aureo (SD), Benedita da Silva (PT), Chico Alencar (PSOL), Chico D'Angelo (PT), Glauber Braga (PSOL), Jandira Feghali (PCdoB), Jean Wyllis (PSOL), Laura Carneiro (PMDB), Luiz Sérgio (PT), Miro Teixeira (PDT), Otávio Leite (PSDB), Simão Sessim (PP), Sóstenes Cavalcante (PSD), Wadih Damous (PT).

O restante dos deputados são indecisos sobre suas posições acerca do projeto.

E você? É a favor ou contra o projeto?

Saiba mais AQUI