Foto: Divulgação/Reprodução
Os vereadores de São Gonçalo aprovaram por 26 votos contra 1 a criação das parcerias público-privadas (PPP) para o município de São Gonçalo. Pelo projeto, o município pode criar parcerias com com o setor privado para execução de projetos em diversas áreas.

O vereador professor Paulo foi o único vereador contrário ao projeto por entender que educação e saúde devem ser retirados do projeto e que futuramente os setores acabariam sendo privatizados.

Em recente entrevista ao blog A política RJ, o secretário municipal de desenvolvimento econômico, Evanildo Barreto, avaliou como equivocada a proposta de criar educação e saúde do tema PPP, citando exemplos exitosos em outros estados do país e até mesmo em São Gonçalo.

"O Hospital do Subúrbio, na Bahia, em 2010, foi feito uma PPP para construção desse hospital e foi avaliado um dos doze melhores hospitais públicos do Brasil em atendimento. No caso da educação, a gente tem modelo exitoso aqui no Estado do Rio de Janeiro, que não foi inscrito como uma PPP mas a gente pega o caso de excelência, por exemplo, do Nata", disse o secretário.