Sandro Almeida | Foto: Divulgação/Reprodução
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) determinou a cassação do mandato do vereador do PSDB de São Gonçalo Sandro Almeida, declarando sua ilegibilidade durante oito anos.

Segundo a decisão do tribunal, Sandro teria realizado compra de votos nas eleições municipais de 2016, mediante oferecimento de eventos e obras de reforma em comunidades gonçalenses. A ação é de autoria do Ministério Público Eleitoral e a pena passa a contar a partir deste ano. Dessa forma, o vereador só poderá se candidatar a qualquer cargo político a partir de 2026.

A sentença alega que o vereador praticou os ilícitos nas comunidades da Chumbada, Boa Vista, Morro do Feijão e Favela do Gato. Em sua defesa, Sandro Almeida sustenta que os supostos atos abusivos não foram devidamente comprovados.

Fonte: O Fluminense