Foto: TV Câmara São Gonçalo/TV Win
O vereador Natan propôs, durante a sessão legislativa do dia 12, que a Câmara Municipal de São Gonçalo abra uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Organização Social (OS) que está administrando o Pronto Socorro de São Gonçalo, após ele receber denúncias graves referentes à atuação da organização.

O alvo da investigação seria o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Social, da Saúde e Profissional (Idesp), que administrava o Pronto Socorro Central da cidade.

"Precisamos fazer uma audiência e trazer aqui o responsável do Idesp. Houve comentário na cidade que vereadores levavam dinheiro lá e dois agentes públicos da prefeitura levavam dinheiro do Idesp", disse Natan.

O vereador Lecinho, que é presidente da Comissão de Saúde da Câmara, disse que já tem conhecimento dos fatos, mas não levou à tribuna. Ele também falou que as denúncias precisam ser apuradas.

O vereador Jalmir Junior deu apoio ao vereador Natan para criação da CPI para investigar a antiga gestora do Pronto Socorro. "Quem não deve não teme", afirmou o parlamentar.