Foto: Reprodução/FacebookO
O gonçalense João Vitor Pires entrou com uma ação popular no Ministério Público pedindo a suspensão dos contratos firmados entre a prefeitura de São Gonçalo e os familiares do vereador Jorge Mariola.

"Dinheiro público deve ser tratado da maneira mais correta possível e não podemos correr o risco dele ser utilizado para benefícios particulares. Pediremos a suspensão e a devolução do dinheiro liquidado nesses contratos", afirmou João Vitor, que é estudante de economia da Universidade Federal Fluminense (Uff).

O caso envolvendo o vereador Mariola foi divulgado pela Rede Globo de acordo com as denúncias apresentadas pelo vice-prefeito Ricardo Pericar à Polícia Federal. As denuncias de Ricardo mostram a ligação de diversos parentes do vereador com a prefeitura de São Gonçalo através da locação de diversos imóveis pela cidade, além de nomeações na prefeitura. 


Segundo o vereador Jorge Mariola, não há ilegalidade nos contratos firmados e ele alega que sua família "não tem culpa de ele ser vereador".