Foto: Sérgio Lima/Poder360
Com informações de O GLOBO.

O Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, foi exonerado do cargo pelo presidente Jair Bolsonaro na tarde desta segunda-feira, 6 de abril, em meio à crise vivida no país devido ao coronavírus.

O ato oficial de exoneração de Mandetta está sendo preparado nesta tarde no Palácio do Planalto. A expectativa é que a decisão seja publicada em edição extra do Diário Oficial da União após reunião do presidente com todos os ministros, entre eles Mandetta, convocada para as 17h. O ex-ministro da Cidadania, Osmar Terra, é o mais cotado para assumir o cargo.

Atualização, 6 de abril, 20:35h - Após tensa reunião com o presidente, Mandetta anunciou que permanecerá no cargo. O ministro cedeu à pressão do presidente e avalia um reajuste no isolamento social que vem sendo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).