Foto: Reprodução
O Hospital Luiz Palmier (HLP), no Zé Garoto, referência municipal no tratamento a possíveis pacientes infectados pelo Coronavírus (Covid-19) no município de São Gonçalo, começou a receber as primeiras pessoas com sintomas da doença na tarde desta segunda-feira (20).  A unidade hospitalar esta equipada e conta com 100 leitos, 40 deles de CTI com respirador. Assim que chegar a marca de 70% dos leitos ocupados, a Prefeitura de São Gonçalo irá abrir uma segunda unidade municipal que também será referência em internação, o Hospital Samaritano, em Lagoinha. A medida faz parte do estado de emergência decretado pelo Prefeito José Luiz Nanci. Nesta segunda-feira (20), o número de casos suspeitos sendo investigados na cidade chegou a 2216. Outros 306 casos foram descartados e 138 confirmados, incluindo dez óbitos.

Para auxiliar no diagnóstico da Covid-19, um novo equipamento de tomografia foi adquirido e será utilizado exclusivamente para os atendimentos aos pacientes com Coronavírus (Covid-19) no Hospital Luiz Palmier. A análise dos resultados da tomografia computadorizada identifica a evolução do Coronavírus nos pulmões.

De acordo com o prefeito, esta medida está sendo tomada para salvar vidas. "Estamos tomando todas as medidas possíveis para conter o avanço dessa doença e, em caso de contágio, prestar o melhor atendimento ao povo gonçalense. O tomógrafo irá ajudar na tomada de decisões e no monitoramento dos médicos quanto à evolução do Coronavírus em cada paciente", declarou o prefeito.

Paralelo ao atendimento hospitalar, a Prefeitura também disponibilizou há 15 dias, o pronto-atendimento diariamente, das 8h às 18h, no Centro de Triagem ao Coronavírus, no Zé Garoto. A unidade já atendeu 500 pessoas neste período.

Ao chegar na unidade, o paciente é acolhido por um técnico de enfermagem logo na entrada, que higieniza as mãos da pessoa com álcool 70%. Em seguida ela é orientada a colocar a máscara e seguir para abertura de boletim, na recepção. Logo após é realizada a classificação de risco e encaminhamento para o consultório médico.

O serviço é voltado para pessoas que desenvolverem os sintomas similares aos provocados pelo novo Coronavírus, como febre, tosse, coriza e dificuldade de respirar. A iniciativa, além de evitar que pessoas com poucos sintomas fiquem dentro dos hospitais, é uma antecipação a um provável aumento da demanda por diagnóstico. Além de equipes médicas e de enfermagem capacitadas, o Centro de Triagem conta com recepção, consultórios médicos, sala de espera, sala de estabilização e de administração de medicamentos.   

Com a transformação do HLP em um centro de referência no combate ao Coronavírus, foi decretado em Diário Oficial, em 20 de março, intervenção municipal do prédio da Casa de Saúde Menino de Deus, no Centro, atualmente chamada de Hospital de Campanha Gonçalense.