Foto: Facebook
O deputado Renan Ferreirinha apresentou na Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) um projeto para que o governador determine o "lockdown" no estado. O "lockdown" é um termo em inglês que pode ser traduzido como "bloqueio total". O deputado também acionou o Ministério Público e a Defensoria Pública do estado para levarem o pedido à justiça.

O projeto estabelece:

1 - a suspensão de todas as atividades não essenciais à manutenção da vida e da saúde, o que precisa ser definido e regulamentado pelo Estado;
2 - a limitação de reuniões de pessoas em espaços públicos ou espaços privados abertos ao público;
3 - a vedação da circulação de veículos particulares, exceto para compra de alimentos ou medicamentos, transporte de pessoas para atendimento de saúde, desempenho de atividades de segurança ou no itinerário de atividades essenciais;
4 - a proibição da entrada e saída de veículos no território do Estado do Rio de Janeiro, exceto caminhões, ambulâncias, veículos transportando pessoas para atendimento de saúde, veículos no desempenho de atividades de segurança ou no itinerário de atividades essenciais;
5 - e a adoção de medidas de orientação e de sanção administrativa quando houver infração às medidas de restrição social, como o não uso de máscaras em locais de acesso ao público, o que pode ser caracterizado como crime de infração de medida sanitária preventiva, previsto no artigo 268, do Código Penal.

"Sei que é uma medida drástica, mas ela se faz necessária nesse momento mais crítico da pandemia para que possamos controlar o número de infectados e salvar o máximo possível de vidas", diz o deputado.