Foto: Divulgação
O presidente da fundação de saúde de São Gonçalo, Deivid Campos, publicou no Diário Oficial de hoje, 13 de maio, o procedimento administrativo nº 1.141/2020, que trata do "extrato de cancelamento de termo de ratificação de dispensa de licitação" da compra de 40 mil testes rápidos de Covid-19.

A compra feita sem licitação foi firmada com a empresa Skal Comércio, de Presidente Prudente (SP), que não entregou os testes no prazo estabelecido pela prefeitura de São Gonçalo. A compra, no valor total de R$4.240.000,00, foi feita no dia 13 de abril e completa exatamente um mês hoje.

O presidente da fundação de saúde da cidade cancelou o empenho das notas destinadas ao pagamento da compra. Dessa forma, o valor não chegou a ser repassado à empresa.

Em abril, o blog A política RJ mostrou que o CNPJ da empresa Skal Comércio está registrado como uma "empresa de pequeno porte", com capital avaliado em R$400.000,00, valor 10 vezes menor que a compra firmada com a prefeitura de São Gonçalo.